16 de fevereiro de 2011

Amar ao próximo.

Olá pessoal, 

Vou descrever algo que ouvi em uma reunião, onde o pastor falava sobre o amor, que me tocou muito... Me fez refletir sobre o amor ao próximo. (Algo difícil nos tempos atuais, mais vale muito à pena).
A cada dia eu fico indignada (assustada) com o ser humano, pois, a falta de amor é tão grande, que ninguém mais se importa com ninguém, é cada um por si, o jogo de interesses é tão grande, ninguém faz nada para ajudar o próximo se não tiver o terrível interesse por trás...

Realmente às vezes é revoltante, quando saio na rua fico impressionada com tanta falta de educação (falta de amor), então entrei ontem na net e procurei uma palavra sobre a falta de amor nos dias atuais, como seguir as escrituras sagradas, quando se fala de amar ao próximo, peço muito a Deus para que me dê forças para poder amar o próximo como ELE pediu, amar as pessoas boas a gente ama, mais amar aqueles que só nos faz ou traz tristeza, ai complica um pouco, pois às vezes a gente se pega quase desistindo, por isso a importância de orar e muito.

Então o pastor dizia assim;

- 1 João 4.20 diz: “Se alguém disser amo a Deus e odiar a seu irmão é MENTIROSO; pois aquele que não ama a seu irmão a quem vê, não pode amar a Deus a quem não vê”.

- Sem amor a igreja não pode andar quem ama cumpre toda a lei;
- O amor é o vinculo de toda perfeição;
- O amor é a essência do cristianismo;
- Quer ter perfeição?! Ame mais;
- Sem amor nossa fé é morta;
- Sem amor os dons espirituais são sem nenhum efeito.
- Sem amor os dons de cura se tornam charlatanismo;
-Sem amor os dons de discernimento espiritual se tornam adivinhação;
- Sem amor as operações de milagres se tornam sensacionalismo;
- Sem amor a nossa tradição não passa de tradicionalismo;
- Sem amor nós podemos ser qualquer coisa, menos igreja;
- Quando nós passamos a amar uns aos outros, Deus está dentro de nós.

- Se não termos relacionamento horizontal aqui (com os irmãos), não podemos ter relacionamento vertical (com Deus).

Realmente não é fácil a convivência, sai faísca às vezes mesmo, pois, todos nós temos temperamentos diferentes, idéias diferentes, criações (educações) diferentes, na verdade o que mais importa é que dá para convivermos em equilíbrio, pois dependemos um do outro, tudo que vamos fazer precisamos dos outros, seja para ir ao mercado, precisamos dos atendentes, na igreja precisamos do pastor, no banco precisamos do caixa etc...Para isso precisamos viver em equilíbrio.

O que sabemos é que a convivência sempre gera e gerará atrito... Isso é normal.
Vamos amar mais o próximo, tentar conviver em harmonia para um mundo  melhor e assim  cumprir com os mandamentos da escritura sagrada.

Abraço a todos.
Fiquem na Paz!

5 comentários:

José Luiz disse...

Graça e paz Renata, parabéns pelo seu blog, já estou seguindo e como ficarei feliz se você também seguir o meu, aguardo a sua honrosa visita, um fraterno abraço.

Renata disse...

Muitissimo obrigada José Luiz...Claro que já estou seguindo o seu...é lindo o teu blog! Parabéns.

Paula Ricci - Blog Luz Para Viver - Ilhéus - Ba disse...

Olá Renata, é como disse Jesus:"...e, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará."(Mt.24:12). Seu blog para mim faz a diferença! Por isso mesmo o presenteei com o selo “seu Blog Faz a Diferença”. Depois passa lá no blog: Luz Para Viver, para copiá-lo. Bjs

Renata disse...

Paula...Muitoooo Obrigada!

Paula Ricci - Blog Luz Para Viver - Ilhéus - Ba disse...

Olá Renata, o selinho é esse mesmo. Bjs